A grande maioria das doenças da mama são benignas e não aumentam o risco de câncer. Mas não se pode ter dúvidas! Afinal, o câncer de mama é um dos mais frequentes nas mulheres. Por isso é essencial procurar o médico sempre que perceber qualquer alteração no auto-exame das mamas ou se apresentar qualquer sintoma diferente.

Além do auto-exame, é muito importante a realização de exames de rotina. O objetivo é identificar precocemente o câncer e assim aumentar as chances de cura (mais de 90% dos casos são totalmente curáveis!!). A mulher deve fazer mamografia todos os anos a partir dos 40 anos e outros exames de imagem podem ser necessários dependendo de cada caso.

Apenas 10% do casos de câncer tem fatores hereditários, ou seja, a maioria das mulheres que tiveram a doença não tiveram casos semelhantes na família. Sendo assim, mesmo quem não tem parentes com história de câncer deve se prevenir! As chances de curas são muito altas para quem descobre a doença precocemente.

Dica: a mamografia não deve ser realizada de rotina antes do 40 anos, apenas se houver indicações precisas do médico! Nessa faixa etária exames como ultrassonografia e ressonância magnética permite identificar melhor possíveis lesões. A partir dos 40 anos, a mama feminina passa a ter gradualmente uma proporção maior de gordura e por isso a mamografia torna-se o exame de escolha.

Posted by Dra. Yara Sena